Caroline De Comi


          página inicial I biografia I imprensa I áudio / vídeo I fotos I repertório I agenda I discografia I contato           



- “…com uma distinção para a deliciosa Marzelline de Caroline de Comi, voz de mel, delicada e sedutora."
 
               (Jorge Coli, www.concerto.com.br, 11/4/2017)



- "O lirismo e a beleza do timbre sempre presente na voz de Caroline de Comi não se ausentou do palco. Revelação lírica de 2010 desse blog o soprano sempre exibe
excelência e dessa vez não foi diferente. Sua Marzelline foi soberba.
"

               (Ali Hassan Ayache, operaeballet.blogspot.com.br, 9/4/2017)



- “Por su parte, aunque las comparaciones siempre son odiosas, no se puede dejar de reconocer que la soprano brasileña Caroline De Comi fue una Reina de la Noche
mucho más satisfactoria que su colega en el elenco internacional (…) De Comi fue muy efectiva en sus notas agudas y agilidades, por lo que dejó una muy buena impresión
en su abordaje del demandante y excitante rol.


               (Joel Poblete, www.biobiochile.cl, 4/11/2014)



…el personaje de la Reina de la Noche, bien cubierto por la soprano brasileña Caroline de Comi, con técnica correcta en especial en el aria del segundo acto,
Der Hölle Rache kocht in meinem Herzen.
”     
 
 
               (Jhonny Teperman, www.biobiochile.cl, 3/11/2014)



- "Somente gostaria de falar um pouco mais da cantora Caroline De Comi e do pianista Mauricio De Bonis, soberbos na elegância com que
interpretaram lindamente as canções (...). E, não posso também deixar de confessar, que delícia é a voz da jovem Caroline De Comi!"


     (Gilberto Mendes, "Ao mestre Willy, com carinho", O Estado de S. Paulo, 21 de janeiro de 2012)



- "Um elenco equilibrado, cheio de papéis pequenos, dentre os quais talvez valha destacar as coloraturas da soprano Caroline de Comi como o Fogo
..."

               (Irineu Franco Perpétuo,
www.concerto.com.br, 14 de outubro de 2011)



- "Caroline de Comi assumiu 3 personagens, o fogo, a princesa e o rouxinol, uma voz de agudos brilhantes, únicos e marcantes."


               (Ali Hassan Ayache,
http://operaeballet.blogspot.com, 14 de outubro de 2011)



- "Nos papeis principais, duas boas surpresas: a soprano Caroline De comi, com coloratura farta e expressiva, como Lucia..."

               (João Luiz Sampaio, "No circuito alternativo, boas vozes", O Estado de S. Paulo, 17 de maio de 2011)




- Destaque lírico 2010 - Feminino, na seleção "os melhores de 2010" pelo Blog "Ópera e Ballet"

               (Ali Hassan Ayache, http://verdi.zip.net, 17 de janeiro de 2011)


- "A sensação, revelação ou o destaque da récita foi Caroline De Comi. Soprano com a voz das ninfas gregas olímpicas, digna de cantar ao lado de Apolo e sua inebriante lira. Leve, clara, lírica e delicada. Penetra nos ouvidos com superlativa capacidade de emocionar e seduzir. Sustenta as notas no limite, não tem medo de correr riscos. Mas não é só a voz que faz um grande soprano, exibe um porte físico de grande beleza e uma atuação cênica emocionante, comovente e apaixonada. Vou acompanhar de perto a carreira desse soprano, vai longe."

               (Ali Hassan Ayache, http://verdi.zip.net, 31 de julho de 2010)




- "A responsável por boas risadas no palco..."

               (Thais Kuzman, Jornal da Tarde, 23 de agosto de 2007)




- "Um ponto de destaque do álbum de Willy Corrêa de Oliveira é a panorâmica realizada em sua obra vocal, a cargo da jovem soprano Caroline De Comi."

               (Leonardo Martinelli, Revista Diapason no. 2, maio/junho de 2006).




- "Preste atenção no delicado timbre da soprano Caroline De Comi..."

               (Irineu Franco Perpétuo, Revista Bravo no. 103, março de 2006)